CAGARRA DE CABO VERDE   (Calonectris edwardsii)

no Parque Natural da Baía do Inferno e do Monte Angra

Estatuto Mundial de Conservação (IUCN Red List): Quase Ameaçada
Lista vermelha de Cabo Verde: Em Perigo
Endemismo de Cabo Verde: Sim

 

A cagarra de Cabo Verde é um migrador de longa distância e reproduz-se (de Março a Novembro) em quase todas as ilhas de Cabo Verde, bem como nos ilhéus Raso, Branco, Rabo-de-Junco e Curral Velho. Apenas Maio e Santa Luzia ficam de fora da lista de locais de nidificação da espécie no arquipélago. Os ilhéus Raso e Branco são as áreas mais importantes para a nidificação. As falésias inacessíveis do PNBIMA constituem uma das poucas áreas de nidificação da cagarra de Cabo Verde na ilha de Santiago. Aí, os gatos representam a maior ameaça para a sobrevivência da espécie.
 
Durante a reprodução a espécie encontra-se presente nas águas de Cabo Verde e na costa oeste africana (do Senegal até à Mauritânia), migrando posteriormente para a América do Sul. Alimenta-se muitas vezes em associação com predadores pelágicos, que empurram as presas e outros peixes pequenos para a superfície, ficando assim mais acessíveis para as aves marinhas. Na Baía do Inferno é frequente visualizar este cenário durante a faina do atum, levada a cabo pelos pescadores artesanais.