PARCEIROS

DA LANTUNA PARA O PARQUE NATURAL DA BAÍA DO INFERNO E DO MONTE ANGRA

 

O Programa de Pequenas Subvenções do GEF (GEF SGP) assegura apoio técnico e financeiro a projetos de conservação do ambiente e que contribuam para a melhoria da qualidade de vida e dos meios de subsistência das comunidades. O SGP tem demonstrado que a ação das comunidades pode favorecer o equilíbrio entre as necessidades humanas e os imperativos ambientais.

No início de 2020 o Comité Nacional do GEF SGP aprovou uma candidatura no domínio da Conservação da Paisagem Terrestre e Marítima Comunitária que lhe foi submetida pela Associação LANTUNA em Setembro de 2019.

logotipo_FCT_UAlg.jpg

A Universidade do Algarve é uma instituição pública portuguesa criada em 28 de Março de 1979 que se dedica ao ensino superior graduado (licenciaturas) e pós-graduado (mestrados e doutoramentos), ao ensino superior politécnico e também à investigação científica.

Em Julho de 2019 foi formalizado um Protocolo de Colaboração que visa apoiar a equipa da LANTUNA a assegurar a conservação e valorização da Baía do Inferno.

logotipo_ Piaget.jpg

 

A Universidade Jean Piaget de Cabo Verde (UniPiaget) é um estabelecimento de ensino superior criado pelo Instituto Piaget e que tem como missão contribuir para a formação dos recursos humanos em Cabo Verde, bem como para o desenvolvimento de competências locais imprescindíveis para o desenvolvimento do país.

A UniPiaget tem realizado estudos sobre a Baía de Inferno desde 2006. As primeiras publicações nacionais e internacionais datam de 2009. Em 2013 a UniPiaget preparou a candidatura da Baía de Inferno para o concurso ‘7 Maravilhas de Cabo Verde’, organizado pela Rede de Parlamentares para o Ambiente. Em 2014 uma fotografia paisagística foi selecionada no concurso da Direção Nacional do Ambiente.

A colaboração entre a UniPiaget e a LANTUNA tem permitido ampliar as iniciativas em torno da Baía do Inferno e do Monte Angra.

logotipo_DNA.jpg

 

A Direção Nacional do Ambiente (DNA), tutelada pelo Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA), tem como funções a conceção, execução e coordenação em matéria de ambiente e recursos naturais. A DNA tem atribuições e competências  para a definição da política nacional para o ambiente, participar na elaboração dos planos, programas e projetos relativos às atividades de ambiente e aos recursos naturais, definir medidas de avaliação da qualidade da água, do ar e do ambiente acústico.

Em Setembro de 2018 foi formalizado um Protocolo com a Direcção Nacional de Ambiente, o qual permitiu iniciar um conjunto de estudos sobre a biodiversidade da Baía do Inferno.

Rufford Foundation logo.jpg

 

A Fundação Rufford é uma instituição de caridade registada no Reino Unido que financia projetos de conservação da natureza nos países em desenvolvimento. A Fundação Rufford financiou o primeiro projeto de conservação da biodiversidade implementado no PNBIMA: Evaluation of the State of the Baía do Inferno’s Biodiversity, Santiago Island, with a special focus on four Key Bird Species.

O projeto foi crucial para o conhecimento das aves marinhas presentes e o censo das populações de rabo-de-junco e alcatraz. Permitiu ainda uma ampla divulgação do património natural da Baía do Inferno.

SGP vetorial.gif