A Associação LANTUNA é uma Organização Não Governamental (ONG) de Ambiente e Desenvolvimento que foi formalmente constituída em Cabo Verde, em Setembro de 2013 (Boletim Oficial da República de Cabo Verde, IIª série, n.º 49, de 19 de Setembro de 2013).

Desde cedo, os membros da LANTUNA interessaram-se pela Baía do Inferno, enquanto espaço natural, e pelas comunidades piscatórias de Porto Mosquito e Porto Rincão, espaços sociais onde a qualidade da interacção entre o Homem e o Ambiente é determinante para o valor da biodiversidade local e regional.

Em Setembro de 2018 foi formalizado um Protocolo com a Direcção Nacional de Ambiente, o qual permitiu iniciar um conjunto de estudos sobre a biodiversidade da Baía do Inferno.

Em Julho de 2019 foi formalizado um Protocolo com a Universidade do Algarve, Portugal, que visa apoiar a equipa da LANTUNA a assegurar a conservação e valorização da Baía do Inferno. De igual forma, a colaboração da Universidade Jean Piaget de Cabo Verde tem permitido ampliar as iniciativas em torno da Baía do Inferno e do Monte Angra.

No início de 2020 foi aprovada pelo 'The GEF Small Grants Programme' a candidatura intitulada Desenvolvimento Sustentável, Gestão de Recursos Naturais e do Ecoturismo na Baía do Inferno e no Monte Angra, submetida pela LANTUNA e que decorrerá até meados de 2021.

No dia 17 de Março de 2020 a LANTUNA, a UAlg e a Uni-Piaget CV entregaram às autoridades governamentais caboverdianas uma Proposta para a criação de uma nova Área Protegida, o futuro PARQUE NATURAL DA BAÍA DO INFERNO E DO MONTE ANGRA (PNBIMA).

conheça os parceiros da lantuna para o PNBIMA AQUI!

 

QUER saber mais sobre a LANTUNA?

​CLIQUE AQUI!