RABO-DE-JUNCO   (Phaethon aethereus)

no Parque Natural da Baía do Inferno e do Monte Angra

Estatuto Mundial de Conservação (IUCN Red List): Pouco Preocupante
Lista vermelha de Cabo Verde: Em Perigo
Endemismo de Cabo Verde: Não

 

O rabo-de-junco é uma das aves marinhas mais emblemáticas do arquipélago de Cabo Verde. Uma das maiores colónias desta espécie em Cabo Verde e em toda a África ocidental nidifica nas falésias da Baía do Inferno! 
 
O rabo-de-junco ocorre nas zonas tropicais dos oceanos Atlântico, Índico e Pacífico e em Cabo Verde nidifica em várias ilhas (Santo Antão, São Vicente, São Nicolau, Sal, Boa Vista, Santiago, Fogo e Brava) e ilhéus (Raso, Rabo-de-Junco, Curral Velho e Ilhéus Rombos). Nidifica durante todo o ano no arquipélago, com um pico de reprodução em Janeiro e Fevereiro. A fêmea põe apenas um ovo e a incubação é partilhada por ambos os progenitores. 
 
Esta ave marinha alimenta-se de pequenos peixes e lulas, e sobretudo de peixes-voadores, capturando-os em pleno ar quando estes planam sobre as ondas, e é também capaz de mergulhar para capturar as suas presas.
 
No PNBIMA, a predação por gatos representa a maior ameaça a que está sujeito o rabo-de-junco. Actualmente a captura humana para consumo ou para o manter como animal de estimação é pouco frequente.