LANTUNA distribuiu cestas básicas em Porto Mosquito, Porto Rincão e Entre Picos de Reda

A pandemia causada pelo COVID-19 está a atirar o Mundo para uma situação de crise económica e social quase sem precedentes.


Entrega das cestas básicas alimentares na Associação Comunitária de Entre Picos de Reda, com a presença do Presidente da Associação e de Ana Veiga, directora executiva da LANTUNA (foto 1) | Entrega das cestas básicas alimentares em Porto Mosquito (foto 2).


Na sociedade cabo-verdiana essa crise pode ser muito profunda, em virtude do nível de pobreza que afecta mais de ¼ da população e do elevado nível de desigualdades sociais que se regista no país. A esses problemas já se tinham juntado três anos seguidos de seca e agora surge uma complexa crise sanitária. Trata-se de uma realidade vivida e marcante, com particular incidência nas comunidades do meio rural e piscatório. São, na verdade, essas as populações que mais sofrem com as medidas de restrição impostas pelo estado de emergência, no quadro do combate ao coronavírus.


A LANTUNA tem dado uma atenção especial às três comunidades localizadas nos limites do futuro PNBIMA: Porto Mosquito, Entre Picos de Reda e Porto Rincão. Na convicção de que o desenvolvimento sustentável assenta no bem estar das pessoas e comunidades e na valorização da biodiversidade, a LANTUNA tem sempre dado prioridade ao trabalho dirigido para essas comunidades, onde vai desenvolvendo acções de sensibilização ambiental com contributos para o desenvolvimento comunitário.


Um dos desafios actuais é a segurança alimentar. Nestas três localidades, por um lado, as pessoas confinadas em casa não podem ir à pesca ou para as suas rotinas agro-pastoris e, por outro, muitas famílias não têm outras fontes de rendimento e/ou reservas monetárias. Assim, num momento de crise profunda, garantir a satisfação das necessidades essenciais de alimentação depende da solidariedade de todos. Consciente de tal facto, a LANTUNA ofereceu e distribuiu ontem 30 cestas básicas alimentares às famílias mais afectadas de cada uma dessas comunidades (90 cestas no total), com o intuito de contribuir para mitigar a situação difícil em que se encontram. A distribuição foi feita em colaboração com responsáveis comunitários, que ajudaram a identificar as famílias mais afectadas e fizeram a distribuição porta-a-porta.


Cestas básicas alimentares já entregues em Porto Mosquito e Porto Rincão, à espera de serem distribuídas entre as famílias das duas comunidades.


A aquisição dos bens alimentares foi feita utilizando recursos próprios da Associação e dos seus membros, a que se juntaram as ofertas de alguns produtos feitas pelo Palácio Fenícia e por pessoas que contribuíram com géneros e dinheiro. A todos a LANTUNA manifesta a sua gratidão.



#PNBIMA #PortoMosquito #PortoRincão #EntrePicosdeReda #COVID19 #LANTUNA

189 visualizações